Unordered List

This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

IV ENCONTRO DE EDUCAÇÃO, MARXISMO E EMANCIPAÇÃO HUMANA (TERRITÓRIO DE IRECÊ)

“MARXISMO E FORMAÇÃO HUMANA NA EDUCAÇÃO ESCOLAR”

21 a 23 de setembro de 2011
Local: UNEB – Campus XVI - BR 052 Km 353 – Irecê-BA

Objetivos do evento

http://www.cepehu.blogspot.com/
O IV Encontro de Educação, Marxismo e Emancipação Humana (IV EEMEH) vem dar continuidade às discussões dos problemas da educação brasileira. Como temática unificadora das discussões e atividades do evento elegemos o “Marxismo e a formação humana na educação escolar”.
O objetivo central é discutir as contribuições da teoria pedagógica marxista para o desenvolvimento da formação humana no interior da instituição escolar. Ao refletir acerca desta temática pretende-se aprofundar o debate e os referenciais acerca da função social da educação escolar e sua importância no desenvolvimento omnilateral dos educandos


Programação:

Dia 21.09- 17h – credenciamento
- 19h – solenidade de abertura
- 19h30min – conferência: Teoria pedagógica marxista e educação escolar no contexto da luta de classes contemporânea. ( Prof. Dra. Celi Taffarel - UFBA)

Dia 22.09
- 8h30min - Mesa 1: Formação de professores e prática pedagógica : desafios e possibilidades para uma educação emancipatória. Palestrantes: Profª. Dra. Ana Carolina Galvão (UFES)
- 11h30 min: intervalo – almoço
- 14h00 min: minicursos
- 20h30 min: noite cultural (sessões de cinema, mostra de arte, poesia, teatro, forró do EEMEH)

Dia 23.09
- 8h30min – apresentação de trabalhos
- 14h00min – mesa 2 – Arte, conhecimento e paixão na formação humana. Profª. Dra. Sandra Della Fonte (UFES) e Profª. MS Natália Botura (UNESP)
- 17h plenária de encerramento.
- 18h – café

Mais detalhes do evento no endereço http://www.cepehu.blogspot.com/
Fonte: CEPEHU

Movimento apresenta proposta de negociação ao Governo

Foto/Fonte: ADUNEB
Em mais uma rodada de negociação com o governo na tarde de ontem, 23 de maio, o movimento docente unificado apresentou uma proposta de negociação (veja aqui) em relação às duas pautas de reivindicação da categoria: fechamento da campanha salarial 2010 sem a condição do congelamento dos salários por 04 anos e a abertura das negociações sobre o decreto 12.583/11.
A proposta segue os princípios fundamentais estabelecidos pela Assembleia Geral dos professores da UNEB, dos quais o movimento unebiano não abre mão na Mesa de negociação: a categoria não aceita qualquer termo que amordace o movimento e defende como elemento essencial da pauta de reivindicação a abertura imediata das negociações sobre o Decreto 12.583/11.
Amanhã, 25 de maio, às 10h, na SEC, haverá uma nova rodada de negociação e o governo apresentará sua resposta.
Fonte: http://www.aduneb.com.br

terça-feira, 24 de maio de 2011

Vestibular 2011: UNEB convoca para matrícula aprovados em 2ª chamada

Fonte/uneb.br/vestibular
A UNEB está convocando para matrícula os candidatos aprovados, em segunda chamada, no Vestibular 2011, para cursos presenciais com início no segundo semestre letivo.
Os aprovados devem efetuar a matrícula nos próximos dias 1° e 2 de junho, na coordenação acadêmica do departamento/campus onde funciona o curso de sua opção, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 19h, munido dos documentos exigidos no edital da seleção.
“Os candidatos que optaram pelo sistema de cotas para negros ou indígenas no certame precisam apresentar também outros documentos, especificados na convocação”, lembra José Bites, pró-reitor de Graduação (Prograd) da universidade.
A Comissão Permanente do Vestibular (Copeve) da UNEB alerta que, caso os candidatos não compareçam na data, horários e local estabelecidos para a realização de suas matrículas, ou não apresentem toda a documentação, perderão o direito à vaga.
Informações: tel. 0800-071-5000 e site www.vestibular.uneb.br.

 UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA - UNEB
PROCESSO SELETIVO 2011
RELAÇÃO DE CONVOCADOS - 2º SEMESTRE

LETRAS - LPL (LIC) - MAT - 2º Sem. - IRECÊ

NAO OPTANTES PELAS VAGAS RESERVADAS

JESSICA BRENDA DA SILVA MORAIS 
JULIANA SILVA OLIVEIRA 
MIRIAN CARDOSO DA SILVA 

OPTANTES PELAS VAGAS RESERVADAS AOS NEGROS


CRISTIANE FERREIRA NEIVA 
ERONNAIDE ALVES CORREIA 
FERNANDA SILVA MACIEL 
MAICON MARTINS DA SILVA MATOS 
NAGILA PEREIRA MUNIZ
NORANEI FERREIRA DOS SANTOS 
Fonte: www.uneb.br

Conferência Territorial de Segurança Alimentar e Nutricional

O Município de Irecê abre nos dias 01 e 02 de junho de 2011 as Conferências Territoriais  de Segurança Alimentar e Nutricional na Bahia. O encontro acontecerá na Universidade do Estado da Bahia – UNEB Campus XVI na cidade de Irecê. Contará com a participação de mais de 100 Delegados territoriais dos quais sairão 38 para a 4ª Conferência  Estadual de Segurança Alimentar  e Nutricional, que acontece de 08  a 10 de setembro no Hotel Fiesta de Salvador.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

NULTEC PARTICIPA DO VI SEMINÁRIO INTERNACIONAL AS REDES EDUCATIVAS E AS TECNOLOGIAS: práticas/teorias sociais na contemporaneidade

O Núcleo de Estudos de Linguagens e Tecnologias – NULTEC – criado em 2009, e aprovado no Conselho Departamental do DCHT – Campus XVI – Irecê com o objetivo de congregar pesquisadores nas áreas de linguagens e tecnologias, sobretudo, profissionais que tenham projetos voltados às demandas educacionais da Irecê e Microrregião.

Foto/fonte:Robério
O Coordenador do Núcleo de Estudos de Linguagens e Tecnologias – NULTEC – UNEB – Campus XVI – Irecê, Professor Robério Pereira Barreto, Mestre em Educação e Contemporaneidade pela PPGEduc/ UNEB e doutorando em Educação pela FACED/UFBA, tem trabalho resultante de pesquisa e reflexões teóricas aprovado para apresentação no VI Seminário Internacional As redes educativas e as tecnologias: práticas/teorias sociais na contemporaneidade, organizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ e que acontecerá no período de 06 a 09 de junho de 2011, na referida Universidade, na cidade maravilhosa, Rio de Janeiro.
O Nultec agrega estudantes dos cursos de Letras e de Pedagogia do DCHT – Campus – XVI, bem como professores das redes públicas de ensino de Irecê e Microrregião, com os quais, Professor Barreto discute suas reflexões de pesquisa.
Entre estes participantes se destaca a graduanda em Letras, do já citado departamento; Giomara Gomes Machado Rocha que, orientada pelo Mestre Barreto, pesquisa sobre os gêneros digitais nas escolas públicas de Irecê que teve seu trabalho também aprovado no mesmo congresso. Diga-se de passagem, Giomara Rocha cada vez mais se constitui pesquisadora da cibercultura e do letramento na web. Ano passado, em Recife, apresentou a primeira parte de suas pesquisas no Simpósio de Hipertexto, na Universidade Federal de Recife. Agora, é ou seria a vez do Rio de Janeiro.
Foto/fonte: Robério

Espera-se que a Uneb como Universidade que produz conhecimentos científicos dê os apoios necessários aos pesquisadores para representá-la no cenário acadêmico e científico nacional, divulgando as pesquisas que acontecem nos seus núcleos de pesquisa espalhados pela Bahia.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Recredenciamento da Universidade

Nesta sexta-feira dia 27/05 estaremos recebendo a Comissão de Recredenciamento da Universidade, aqui no DCHT Campus XVI, Irecê.

sábado, 14 de maio de 2011

Assine a Petição Pública pela Revogação do Decreto 12.583/11

A assembleia de professores da UNEB deliberou a ampla divulgação do abaixo-assinado eletrônico pela imediata revogação do decreto. O objetivo é utilizar mais este instrumento para conseguir o apoio da população e pressionar o governo. 


Fonte:http://www.aduneb.com.br/noticias.php?news_not_pk=1712

UNEB continua na Greve

foto: RAÍZA ROCHA/ADUNEB
UNEB: 18º DIA DE GREVE
 Reunidos na manhã de hoje, 13 de maio, os professores da UNEB mantiveram a greve sem nenhuma intervenção contrária a sua continuidade. O clima da plenária foi de intensificar e radicalizar as ações do movimento grevista, uma vez que o governo continua com a mesma proposta de engessar o movimento, congelar os salários por 4 anos e de contingenciamento nos orçamentos das Universidades Estaduais  através do Decreto 12.583/11 (veja aqui).

A assembleia avaliou a última “proposta” de alteração da redação da cláusula da mordaça, segundo artigo no Acordo de Incorporação da CET, encaminhada pelo governo na noite de 06 de maio para o Fórum das ADs (veja aqui). Para a categoria, na prática, o governo não apresentou uma nova proposta, uma vez que manteve o caráter intervencionista da cláusula (veja as três propostas de redação apresentadas pelo governo aqui).  Neste sentido, a assembleia rejeitou a mudança do texto e manteve a exigência pela retirada integral da cláusula. “Não há razão para a existência dessa cláusula no Acordo de Incorporação da CET a não ser pelo fato do governo querer comprar o nosso silêncio por 04 anos”, afirmou professora Nora de Cássia do campus V.

A assembleia ratificou também que as motivações da greve não foram apenas salariais, mas também em virtude do contingenciamento imposto pelo novo Decreto 12.583/11. Neste sentido, como o governo ainda não apresentou nenhuma disposição em atender as reivindicações do movimento, a categoria deliberou pela intensificação das atividades da greve.


Os informes dos campi e do comando de greve demonstraram o crescimento do movimento grevista e a disposição da categoria em aumentar as mobilizações. Para os próximos dias, estão previstos ato na SEC, dia de luta contra o decreto, manifestação no Iguatemi, entre outras atividades.

A assembleia deliberou, ainda, a necessidade de pressionar ainda mais os Reitores a se posicionarem publicamente sobre o contingenciamento de verbas imposto pelo governo. Além disso, pressionar o governo a realizar uma reunião entre Reitor, representantes do governo e os três segmentos universitários para discutir e encaminhar soluções sobre o Decreto 12.583/11.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Aulas do Universidade para Todos na Região estão ocorrendo normalmente

As aulas do Programa Universidade Para Todos-UPT de 2011(cursinho Pré-vestibular) coordenada pelo Pólo Irecê estão ocorrendo normalmente nas 08 cidades atendidas pela UNEB Universidade do Estado da Bahia - Campus XVI-Irecê.



Do dia 02 até ontem(10) visitamos todas as extensões, com exceção da cidade de Central, que será no próximo dia 16. Vale ressaltar o apoio que sempre recebemos por parte dos gestores anteriores do Departamento no projeto, gestões das professoras Cenilza Santos(2008-2010) Deyse Lago(2005-2008) e agora na gestão da profa. Helga Porto que esteve conosco em todas as primeiras visitas realizadas as cidades que temos extensões.



Neste ano, o nosso pólo na ação I atenderá um total de 500 alunos egressos e concluintes do ensino médio nas cidades de: Central,Irecê,Ibititá,Jussara,Lapão,Presidente Dutra,São Gabriel e Uibaí, com a seguinte equipe:


quarta-feira, 11 de maio de 2011

QUADRINHO: Reflexões de Paulinho Freire

Por: wemder

terça-feira, 10 de maio de 2011

Irecê: UNEB faz matrículas para o curso de Letras no 2º semestre

 A UNEB está convocando para matrícula os candidatos aprovados, em primeira chamada, no Vestibular 2011, para cursos presenciais com início no segundo semestre letivo.
Os aprovados devem efetuar a matrícula nos próximos dias 11, 12 e 13 do corrente mês. De acordo com o edital de convocação, o candidato deve comparecer à coordenação acadêmica do departamento/campus onde funciona o curso de sua opção.
No âmbito do Campus XVI-Irecê as matrículas serão para o curso de LETRAS no horário das 8h às 11:30h e das 13h30 às 17h, e das 19h às 21h munido dos documentos exigidos.
Fonte: http://jorgeluizfiqueinformado.blogspot.com/

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Carta Aberta do Conselho Superior Universitário (Consu) da Uefs ao Excelentíssimo Senhor Governador

UNEB: 13º DIA DE GREVE

Passados quase quatro anos, repete-se a situação de corte de salário dos docentes das universidades estaduais em decorrência da greve deflagrada nas quatro IES baianas. Mais uma vez, este Conselho solicita ao Governo a reabertura de negociações, se necessário, ampliando a participação de atores interessados na superação do impasse.
Assim como há quatro anos, o CONSU considera que a suspensão do pagamento dos salários fere a autonomia universitária. Considera, também, que essa autonomia tem sido comprometida na medida em que as IES são submetidas a condições conjunturais e estruturais adversas, que têm evidenciado constantes cenários de crise institucional.
Tais condições vividas pela UEFS não diferem, em essência, das que atingem as demais Universidades estaduais, e implicam limitações que prejudicam, de forma direta, a execução de suas atividades finalísticas e a implantação de seus projetos. Nesse contexto, pode-se assinalar:
·        Os recorrentes atrasos na liberação de recursos orçamentários programados, que provocam prejuízos nas contratações públicas de bens e serviços, repercutindo negativamente nas ações acadêmicas e na relação institucional com fornecedores e o público em geral;
·        A liberação de recursos financeiros, através do quadros de cotas mensais (qcm), concentrada nos últimos meses dos exercícios orçamentários anuais, gera insuficiência conjuntural que tem dificultado as atividades de planejamento e execução dos gastos;
·        A limitação formal de valores para a realização de processos licitatórios e contratação de obras públicas impede o cumprimento de cronogramas, dificultando o atendimento das necessidades infra-estruturais e acadêmicas;

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Porque os professores da UNEB estão em greve

UNEB: 6º dia de greve

Os professores da UNEB entraram em greve, no dia 26/04, em defesa da Universidade do Estado da Bahia, patrimônio do povo baiano. Diferente do anunciado pelo Governo Wagner na mídia, a Educação na Bahia sofre com o descaso deste governo: nas universidades estaduais faltam professores, salas de aula, funcionários e estrutura para o ensino, a pesquisa e a extensão. O orçamento destinado é insuficiente, apesar do Estado ser um dos mais ricos do país; os professores recebem os piores salários do Nordeste e não há políticas de assistência estudantil que garantam a permanência dos estudantes.
Há dois anos, as Universidades sofrem com o corte de verbas imposto pelo Governo através de decretos. Este ano, um novo decreto (DECRETO 12.583/11) foi editado, o que tem prejudicado o desenvolvimento das atividades acadêmicas e fere a autonomia universitária. Essa situação tem aprofundado o sucateamento das Universidades e penalizado os trabalhadores da Educação. Nós, professores, sofremos com o arrocho salarial e o bloqueio de direitos garantidos por lei. Além do decreto de contingenciamento, o governo cortou R$ 1,06 bilhão do orçamento do Estado alegando ser uma medida necessária para enfrentar os reflexos da crise econômica mundial. No entanto, a despeito do corte de gastos, o governo criou, recentemente, 143 cargos comissionados e mais 4 secretarias.
Na campanha salarial 2010, o governo demonstrou, mais uma vez, o seu descompromisso e intransigência com a categoria. Só um ano depois de protocolada a pauta de reivindicação, o governo abre as negociações. Embora não fosse a proposta ideal, o movimento docente mostrou-se flexível para viabilizar um acordo que recomporia, após 4 anos, somente uma parte das perdas salariais acumuladas em mais de 50%. No entanto, no momento da assinatura do Acordo, o governo impôs uma condição que congelaria o salário dos professores até 2015. Em outras palavras, na reta final da campanha, o governo mantém a sua postura autoritária e impede o desfecho da negociação.
Os professores da UNEB estão em greve e pedem o seu apoio:
- Pela Reabertura das negociações da campanha salarial 2010: contra o arrocho salarial!
- Pela Revogação do Decreto 12.583: em defesa da Autonomia Universitária!
- Valorização dos Trabalhadores Universitários
- Ampliação do quadro de docentes e técnicos, com base nas demandas das UEBA
- Regularização imediata de remuneração aos docentes e técnicos que atuam ou que venham atuar como dirigentes acadêmicos ou exercem funções administrativas de apoio ao funcionamento dos cursos de graduação e pós-graduação
- Revogação da Lei 7176
- Rubrica específica para implementação de Política de Permanência Estudantil
- Cumprimento do Estatuto do Magistério Superior e da Lei 11.375 que reestrutura as Carreiras dos Técnicos
– Mais verbas para as universidades
- Pagamento do adicional por insalubridade
- Pagamento imediato da URV

Fonte:http://www.aduneb.com.br/noticias.php?news_not_pk=1640
Em 02/05/2011